Como escolher palmito no comércio

Atualizado: 23 de out. de 2021

O palmito de boa procedência garante a execução da receita, em casa


Palmito duro e palmito macio
O palmito duro (à esquerda) apresenta faixas amareladas, que sinalizam o excesso de fibras

Como escolher o vidro de palmito com todos os toletes macios, saborosos e saudáveis? Como levar para casa um palmito que não vai prejudicar a sua receita?


A resposta é dada abaixo, com bastante clareza:


Ainda na gôndola, dê preferência para os produtos em potes de vidro, para checar a aparência do palmito.


Em seguida, verifique a sua procedência a fim de evitar riscos, pois o palmito normalmente é colhido e produzido de modo artesanal. Assim, tanto a fábrica quanto o ponto comercial precisam observar um rigoroso controle de qualidade para garantir, na ponta do processo, um palmito que satisfaça e proteja a saúde do consumidor.


Na sequência, verifique a transparência da água. Ela pode estar um pouco turva, em função dos elementos que se soltam durante o cozimento do palmito - que, por sua vez, é feito no próprio pote. Neste caso, repouse o pote por um minuto em alguma superfície, até que os elementos repousem no fundo. Depois disso, veja se o líquido não está colorido ou amarelado, pois são indícios de que produto está vencido ou contaminado.


Agora, se os toletes estiverem muito finos, evite levar o produto para casa, pois é possível que seja proveniente de exploração predatória. Isso porque o corte só deve acontecer quando a palmeira estiver na idade adulta, após garantir a preservação de sua espécie e contribuir com a cadeia ecológica, por meio de farta produção de sementes.


Por outro lado, muito se fala que o palmito que não flutua no líquido está duro. Mas isso não é verdade. O palmito duro pode não flutuar e, por isso, ser capaz de permanecer no fundo do vidro. Basta que esteja mais denso do que o líquido que o envolve. Contudo, é possível sim flagrar um palmito duro antes da compra. Basta aprender a identificar o fenômeno que explica a sua dureza: o excesso de fibras .


Assim, como enxergar as fibras que tornam um palmito duro? Um modo bastante prático é observar se existem faixas com tons de amarelo mais escuro na lateral e no topo do palmito. Basta olhar com cuidado, comparando os toletes. O palmito macio e saboroso sempre apresenta uma aparência mais homogênea.


Outra forma de evitar que um palmito duro seja levado para casa é observando se existe diferença de cor ao longo do tolete. Por exemplo, ele não pode ter algumas partes mais claras e outras mais escuras. Se isso ocorrer, provavelmente não foi cozido o suficiente.


Em função de todos esses motivos, o ideal é escolher uma marca tradicional de palmito, que já consolidou uma imagem de confiança entre os consumidores. A Casa do Palmito, por exemplo, é administrada pela quarta geração de uma família que lida com palmitos há quase 100 anos.


Ir para o site da Casa do Palmito

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo